Cotidiano

Todos os campus

Comitê de emergência avalia ações de combate à Covid-19

06/05/2020

O Comitê Operativo de Emergência da UFV reuniu-se nesta quarta-feira (6), por videoconferência, para avaliar as ações assistenciais, administrativas e intervenções realizadas pela Universidade para lidar com pandemia do novo coronavírus.

O Comitê reúne técnicos e dirigentes das pró-reitorias de Assuntos Comunitários (PCD), Ensino (PRE), Pesquisa e Pós-Graduação (PPG) e Extensão e Cultura (PEC), diretores e técnicos dos campi de Florestal e Rio Paranaíba, médicos, enfermeiros, pesquisadores e professores de cursos das áreas de saúde  e microbiologia e técnicos da Divisão de Eventos e diretorias de Relações Internacionais e de Comunicação Institucional. A reunião foi dirigida pelo reitor Demetrius David da Silva que relatou todas as ações que a UFV realizou, em seus três campi, para prevenção e enfrentamento da Covid-19.

Durante a reunião, o reitor deixou claro que não há como definir quando as aulas retornarão. “Temos feito um esforço imenso para proteger nossa comunidade universitária e as regiões onde estão nossos campi. Não temos como prever o comportamento exato da disseminação do vírus, por isso, o melhor a fazer agora é ficar em casa e oferecer à sociedade tudo o que a universidade pode fazer para minimizar os problemas causados pela pandemia”, disse o reitor. Ele esclareceu ainda que a retomada das atividades se dará em etapas, mediante avaliação constante do cenário da doença e sempre considerando a realidade das regiões que podem ser impactadas pela volta de alunos vindos de todo o Brasil. “Nós compreendemos a dimensão econômica e social desta pandemia e a ansiedade das pessoas, mas não temos respostas exatas, assim como o mundo todo não tem.  Só podemos dizer que, em comum acordo com este comitê, estamos agindo com responsabilidade e monitoramento constantes”.

O reitor informou ainda em que tem buscado todas as fontes possíveis de recursos para arcar com as ações que a universidade tem feito em prol das regiões de seus campi. As verbas foram usadas para equipar e comprar insumos que estão viabilizando a realização dos testes para coronavírus em seis laboratórios da UFV, além de um edital no valor de R$500 mil para pesquisas com a Covid-19. Demetrius disse ainda que, computando os valores de serviços e insumos, a Universidade está oferecendo cerca de R$3,5 milhões de reais para colaborar com o enfrentamento da pandemia.

Diversos membros do Comitê detalharam as ações em andamento, com destaque para a operação da Unidade Covid-19, que está atendendo casos suspeitos da doença em Viçosa. Também foram relatadas ações de telemedicina, treinamento de profissionais de saúde dos municípios e produção de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para funcionários da UFV que estão atuando no enfrentamento da Covid-19 e para doação a hospitais, Unidades de Saúde e asilos das regiões dos três campi.

O reitor elogiou e agradeceu o empenho de toda a comunidade universitária que não tem medido esforços para o trabalho em prol das comunidades. Para ele, graças à atuação da Universidade as cidades das regiões que acolhem os seus três campi encontram-se, agora, mais preparadas para lidar com os possíveis agravamentos da crise epidemiológica. “Estamos trabalhando no limite de nossas forças e os resultados estão mostrando à sociedade a importância da pesquisa científica e tecnológica e da universidade pública”, disse Demetrius.

Divulgação Institucional