Institucional

Todos os campus

Chamada da UFV de apoio ao combate à pandemia seleciona seis propostas

14/05/2020

A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PPG) divulgou o resultado final da Chamada de Apoio a Ações de Combate à Pandemia Causada pelo Novo Coronavírus (SARS-CoV-2), lançada em 27 de abril. O objetivo era apoiar ações de inovação tecnológica que gerassem insumos para testes de detecção da Covid-19. Das oito propostas enviadas, foram selecionadas seis, todas avaliadas por uma equipe de quatro pesquisadores: dois da UFV, um da Ufop e um da UFRJ. Com o objetivo de afinar as ações daqui para a frente, os coordenadores dos projetos participaram de uma reunião virtual, conduzida pelo reitor Demetrius David da Silva, na tarde dessa quinta-feira (14).

Durante o encontro, o reitor lembrou os diferenciais do edital, a começar pelo prazo não só de sua elaboração e divulgação, mas também de execução das propostas, que deverá acontecer até dezembro de 2020. Ele ressaltou o papel da Pró-Reitoria de Pós-Graduação pela agilidade com que conduziu o processo e parabenizou os selecionados.

O reitor comentou sobre a contribuição que os coordenadores darão para que a UFV deixe um legado de inovação tecnológica no enfrentamento da pandemia de Covid-19 e sobre a responsabilidade que têm de entregar respostas para a sociedade. “A Universidade tem se envolvido de maneira muito efetiva nesse enfretamento. Tanto é que a realização de testes RT-PCR pelos laboratórios credenciados pela Funed contribuiu sobremaneira para que aportássemos recursos para este edital. Outras captações estão sendo negociadas para que a Universidade receba mais recursos para ações de pesquisa e extensão”.

Os coordenadores dos projetos também foram saudados pelo pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Raul Narciso Guedes, pelo assessor especial da PPG, Murilo Zerbini, e pelo pró-reitor de Planejamento e Orçamento, Evandro Rodrigues de Faria. Esse último orientou os professores/pesquisadores sobre a assessoria que a PPO dará no processo de aquisição do material necessário para o andamento dos projetos, que, embora independentes, funcionarão como uma rede de atuação conjunta. Nesse sentido, muitos itens comuns a diferentes projetos serão solicitados por meio de um único processo, o que lhe dará maior agilidade.

Sobre a assessoria da PPO, o professor Tiago Mendes (Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular - DBB), coordenador de um dos projetos aprovados, ressaltou que ela será essencial. “Um dos desafios que temos como pesquisadores é a aquisição dos materiais, devido à burocracia envolvida com pedidos de orçamento, licitação, aprovação e entrega de compra. A proximidade da PPO vai facilitar esta compra e possibilitar que chegue mais depressa aos nossos laboratórios e que as tecnologias sejam produzidas num tempo mais rápido do que o normal”.

No projeto Desenvolvimento de um antígeno recombinante otimizado para o diagnóstico rápido da Covid-19, o professor Tiago e sua equipe se dedicarão à resolução do problema de sensibilidade dos kits de diagnósticos rápidos disponíveis no mercado, para evitar a reação cruzada com outras doenças respiratórias, como vem ocorrendo. Para que obtenha resultado rápido, menos chance de erro e maior probabilidade de cumprir o prazo de sete meses de pesquisa, o professor conta que está colocando toda a sua equipe para trabalhar em um mesmo projeto. “Esta mudança de visão de grupo também está sendo importante neste edital da UFV. Geralmente, cada membro da equipe trabalha em um único projeto. Neste caso, os especialistas estão trabalhando juntos em um só projeto”, explica o professor, que é coordenador do Laboratório de Biofármacos e subcoordenador do Laboratório de Biotecnologia Molecular - ambos vinculados ao DBB.  

A chamada da UFV/PPG envolve R$ 500 mil, obtidos pela reitoria com a Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação (SESu/MEC). Confira os selecionados:

1º: Desenvolvimento de um antígeno recombinante otimizado para o diagnóstico rápido da covid-19, coordenado pelo professor Tiago Mendes (Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular). Valor aprovado: R$ 94.802,00

2º: Construção de SARS-CoV-2 Virus-like particles (VLPs) para a confecção de kits diagnósticos sorológicos de baixo custo, coordenado pelo professor Sérgio de Paula (Departamento de Biologia Geral). Valor aprovado: R$ 40.757,00

3º: Detecção do Novo Coronavírus: Desenvolvimento de Teste Discriminatório para Vírus Respiratórios Humanos, coordenado pela professora Poliane Alfenas (Departamento de Microbiologia). Valor aprovado: R$ 100.000,00

4º: Nacionalização de insumos e desenvolvimento de kits de diagnóstico direto e indireto de Covid-19, coordenado pelo professor Gustavo Bressan (Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular). Valor aprovado: R$ 99.998,00

5º: Desenvolvimento de kit de ELISA para detecção no soro de anticorpos IgG e IgM anti-proteína S do SARS-CoV-2, coordenado pelo professor Leandro de Oliveira (Departamento de Biologia Geral). Valor aprovado: R$ 23.500,00

6º: Amplificação Isotérmica Mediada por Loop (LAMP) na detecção rápida do Coronavírus SARS-CoV-2, coordenado pelo professor Rubens Pasa (Instituto de Ciências Biológicas e da Saúde UFV-RP). Valor aprovado: R$ 99.969,14

 

Divulgação Institucional