Prêmios

Todos os campus

Ex-aluno da UFV conquista prêmio na área de Inteligência Artificial no Canadá

08/05/2020

Jhonatan iniciou seus trabalhos na área de inteligência artificial durante a graduação na UFV

O ex-aluno do curso de Engenharia Elétrica da UFV Jhonatan de Souza Oliveira recebeu o Prêmio de Melhor Tese de Doutorado da Associação Canadense de Inteligência Artificial. Seu trabalho, intitulado On the Development of Deep Convolutional Sum-Product Networks, foi desenvolvido na University of Regina, no Canadá.

Jhonatan Oliveira ingressou na UFV em 2009 e se graduou em Engenharia Elétrica em 2014. Durante sua graduação, começou a atuar na área de inteligência artificial, participando ativamente da equipe de futebol de robôs da UFV Believe, Do and Play (BDP) e do Núcleo de Especialização em Robótica (Nero). Seu contato com a University of Regina também teve início na graduação, em 2013, após ter sido selecionado para participar de um intercâmbio pelo então Programa Ciência sem Fronteiras. Quando regressou, promoveu ainda um acordo de intercâmbio estudantil, em maio de 2014, entre a UFV e a University of Regina.

O interesse pela inteligência artificial fez com que desenvolvesse sua monografia sobre a área aplicada à robótica. Intitulado Redes Bayesianas na determinação de funções táticas de um time de futebol de robôs, o trabalho contou com a orientação do professor Alexandre Brandão, do Departamento de Engenharia Elétrica (DEL). De acordo com o professor, Jhonatan “continua contribuindo para o direcionamento dos membros do BDP e Nero, que têm interesse em trabalhar nesta área tão promissora”.

Além de dinheiro e placa comemorativa, a premiação recebida por Jhonatan inclui também uma inscrição gratuita na conferência canadense de Inteligência Artificial. Ali ele terá a oportunidade de apresentar uma palestra sobre o seu trabalho, que, por sinal, também está sendo considerado para a Medalha de Ouro da University de Regina, prêmio atribuído ao melhor estudante de pós-graduação da Universidade.

Para Jhonatan, receber a premiação foi uma surpresa. Ele disse estar “lisonjeado e muito feliz em contribuir para o entendimento de uma área tão promissora” e afirmou ser grato “a todos que são parte desse projeto, em especial, aos colegas e professores da UFV, pela motivação e conhecimento fundamental no seu desenvolvimento estudantil”. Jhonatan lembrou também que o seu primeiro contato com a pesquisa acadêmica foi por meio da Iniciação Científica, no DEL, e que é muito grato a essa e a todas as oportunidades que a UFV o proporcionou.

Divulgação Institucional – campus Viçosa