Notícias

Projeto de implantação de um VLT em Viçosa é apresentado pela UFV

01/09/2010

Já imaginou um trem urbano circulando pelas linhas férreas viçosenses? Esta alternativa de transporte foi apresentada na última segunda-feira, dia 30, pela Universidade Federal de Viçosa, através de um projeto coordenado pelo Centro Tecnológico de Desenvolvimento Regional de Viçosa (Centev).

De acordo com o Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Comercial e do Impacto Ambiental e Social (EVTECIAS), Viçosa tendo 70.404 habitantes, sendo 46.674 em idade ativa, estaria apta para receber um Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) composto por dois vagões para suportar 358 passageiros. O VLT teria a velocidade de 80 km/h e poderia operar inicialmente com diesel ou biodiesel abarcando em seu trajeto quatro estações que ligariam a área da Veterinária da UFV até o Parque Tecnológico, localizado no Novo Silvestre. 

Já foram feitas pesquisas com a população viçosense sobre a aprovação do VLT, tendo como referência o mesmo preço da passagem de ônibus, R$1,50. Os resultados dos estudos demonstraram que mais de 95% dos habitantes de Viçosa aprovam a iniciativa.

O investimento para implantação do projeto é de R$ 8.611.965.00, valor que corresponde também a revitalização da linha férrea. Mas segundo as estimativas do estudo, em, aproximadamente, cinco anos de uso do VLT, o valor gasto com  a viabilização do transporte seria retomado.

Segundo o reitor  da UFV,  professor Luiz Cláudio Costa, o primeiro passo já foi dado, demonstrando que a Universidade, cumpre mais uma vez o seu papel ao apresentar um projeto importante para Viçosa, ofertando assim em seu aniversário um presente para a cidade.

Um dos idealizadores do projeto, o arquiteto Aguinaldo Pacheco, afirmou que há 30 anos já sonhava com um bonde em Viçosa e que a implantação deste projeto será um grande avanço para a cidade.

Entretanto, para se tornar realidade é necessário que o VLT saia do papel. Segundo o Diretor-Executivo do Centev Robson Zucolotto, o estudo que já está pronto, necessita agora de investidores que irão analisar a viabilidade do projeto e realizar a sua implantação. Robson ainda destacou os benefícios do VLT, como: segurança, pontualidade no serviço oferecido, contribuição para a melhoria do trânsito, redução da poluição sonora e das emissões de carbono, incentivo ao turismo e resgate da cultura viçosense.

Estiveram presentes na apresentação do projeto: o reitor da UFV, Luiz Cláudio Costa; a vice-reitora, Nilda de Fátima Ferreira Soares; o Diretor-Executivo do Centev, Robson Zucolotto; a presidente da Câmara Municipal de Viçosa, Cristina Fontes Araújo Viana; a representante da classe empresarial viçosense, Ivone Maria Pires de Barros; e o arquiteto Aguinaldo Pacheco.

Os interessados pelo estudo podem consultá-lo na sede do Centev, localizada no Prédio do CEE, sala 112.

(Sabrina Areias)


 

Notícias

Destaques


Campus UFV - Viçosa

  • Ministério da Educação
  • Transparência Pública
  • Acesso à Informçãão
  • Agenda da Reitora
  • Campus Oficial