Notícias

Pesquisadores da UFV são homenageados com a mais importante condecoração científica do país

05/11/2018

.

Dois pesquisadores da UFV estiveram entre os homenageados na cerimônia de entrega do Prêmio Ordem Nacional do Mérito Científico e da Medalha Nacional do Mérito Científico, realizada no dia 17 de outubro, em Brasília (DF). O ex-reitor Evaldo Ferreira Vilela, presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), e a professora do Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular Elizabeth Pacheco Batista Fontes receberam insígnias e diplomas da Ordem ao Mérito Científico 2018, tendo sido admitidos na classe Comendador, na área de Ciências Agrárias.

Considerada a mais importante condecoração na área científica e tecnológica do país, a Ordem do Mérito Científico foi instituída em 1993. Seu objetivo é premiar aqueles que se destacam por suas relevantes contribuições à ciência, tecnologia e inovação. A Ordem tem duas classes: comendador e grã-cruz. Já a Medalha Nacional do Mérito Científico é destinada a pessoas jurídicas para premiar serviço ou trabalho de relevância na área.

A análise das indicações é realizada por uma comissão técnica composta por representantes da Academia Brasileira de Ciências, da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. Essa comissão submete seu parecer ao Conselho da Ordem que, por sua vez, encaminha as indicações ao presidente da República, responsável pela concessão das insígnias, na qualidade de Grão-Mestre da Ordem.

Por tudo que a Ordem do Mérito Científico representa, os pesquisadores da UFV compartilham a honra de estar entre os homenageados. O professor Evaldo Vilela diz que, desde cedo, aprendeu que o trabalho que constrói o bem coletivo, em que todos se beneficiam, faz muito bem para a alma. Este sentimento se deu, por exemplo, quando foi reitor da UFV - “época em que ficou muito feliz por ter trabalhado pelo bem da Universidade” - e quando criou o Programa de Pós-Graduação em Entomologia, hoje nível 7. Embora destaque “que não se trata de trabalhar para ser reconhecido, e sim para se ter prazer”, ele admite que fica muito feliz e agradecido quando o reconhecimento chega, como, agora, com a Ordem Nacional do Mérito Cientifico: “é o sentimento de que o trabalho valeu muito mais a pena do que imaginava”.

A professora Elizabeth Fontes também se diz honrada com a sua admissão à classe de Comendadora da Ordem Nacional do Mérito Científico, o que significa o reconhecimento ao seu trabalho de cientista ao longo de sua carreira profissional e trajetória na Universidade Federal de Viçosa. Segundo ela, “a honraria se torna mais especial, considerando que se trata da mais importante condecoração conferida a quem se dedica ao desenvolvimento da ciência e da tecnologia no Brasil. Fazer parte de um grupo seleto de cientistas, reconhecidos por sua relevante contribuição à ciência e tecnologia nas diversas áreas de conhecimento, é, para mim, motivo de orgulho, satisfação e uma motivação adicional para continuar trabalhando em prol da qualidade da ciência desenvolvida na UFV e no Brasil”.

Adriana Passos
Divulgação Institucional

.

Notícias

UFV Na Mídia

Campus UFV - Viçosa

  • Ministério da Educação
  • Transparência Pública
  • Acesso à Informçãão
  • Agenda da Reitora
  • Campus Oficial