Notícias

UFV integra grupo de pesquisa internacional sobre biocombustíveis avançados

14/12/2016

A UFV está entre as instituições de pesquisa que integram o consórcio brasileiro para a realização do projeto BioValue – Valorização de cadeia produtiva descentralizada de biomassa visando à produção de biocombustíveis avançados: desenvolvimento e avaliação de rotas termoquímicas integradas à produção da biomassa, aprovado no âmbito do programa Horizon 2020 junto às fundações de Amparo à Pesquisa dos Estados de Minas Gerais (Fapemig) e São Paulo (Fapesp), ao  Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e à Comunidade Europeia. De larga escala e profundidade científica, o projeto é voltado à produção de biocombustíveis avançados (querosene de aviação), com recursos da ordem de 9 milhões de euros.

Representam a Universidade neste consórcio a equipe de pesquisadores do Laboratório de Celulose e Papel, do Departamento de Engenharia Florestal da UFV, liderada pelo professor Jorge Luiz Colodette, e do Grupo de Pesquisas em Melhoramento da Cana-de-Açúcar da Universidade, liderado pelo professor e pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Luiz Alexandre Peternelli, em parceria com o professor Marcio Henrique Pereira Barbosa.

O projeto BioValue será coordenado pelo pesquisador Antonio Bonomi, do Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol (CTBE) – que integra o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM). Ele envolverá também pesquisadores da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), do Instituto Agronômico (IAC), do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), do Centro Universitário FEI (FEI), das universidades federais do Rio de Janeiro (UFRJ), Pernambuco (UFPE), Uberlândia (UFU), Santa Maria (UFSM) e Itajubá (Unifei), do Instituto Nacional de Tecnologia (INT), além de pesquisadores das empresas Petrobras, Embraer, Boeing, Fibria, Klabin e Valmet, que cofinanciarão a pesquisa.

O objetivo do projeto é desenvolver novos sistemas agrícolas, considerando a diversificação de culturas e resíduos lignocelulósicos para a produção de biocombustíveis; logística e processos de conversão eficientes para as biomassas, incluindo as rotas bioquímicas e termoquímicas; avaliações integradas da sustentabilidade técnica, econômica, ambiental e social das cadeias de valor.

O BioValue está alinhado ao consórcio parceiro europeu (BECOOL) que envolve 14 instituições, beneficiando-se, assim, das sinergias e complementaridades, do know how e experiências do Brasil e da Europa sobre biomassa e produção de biocombustíveis lignocelulósicos.

Os recursos do BioValue alocados em Minas Gerias vêm da Fapemig e de empresas privadas e serão gerenciados pela UFV, por meio do Laboratório de Celulose e Papel e da Fundação Arthur Bernardes (Funarbe).

 

(Fonte: Fernando Gomes)

Notícias

Destaques


Eventos

Campus UFV - Viçosa

Campus UFV - Florestal

  • Ministério da Educação
  • Transparência Pública
  • Acesso à Informçãão
  • Agenda da Reitora
  • Campus Oficial