Notícias

IPPDS avalia política pública de Minas Gerais

05/11/2018

O resultado do trabalho foi divulgado em reunião na ABCZ

O Instituto de Políticas Públicas e Desenvolvimento Sustentável (IPPDS) da UFV foi contratado pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa) para avaliar o Programa de Melhoria da Qualidade Genética do Rebanho Bovino do Estado de Minas Gerais (Pró-Genética). O resultado do trabalho - realizado de julho a dezembro de 2017 - foi divulgado, em outubro, para a diretoria da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ) e parceiros do programa.

Segundo Marcelo José Braga, professor do Departamento de Economia Rural e coordenador da equipe de pesquisadores responsável pela avaliação, o objetivo foi compreender o Pró-Genética como um todo: da sua concepção à implementação. Para isso, os pesquisadores entrevistaram representantes de entidades relacionadas ao programa e mais de 100 beneficiários. A expectativa é que o trabalho contribua para o aperfeiçoamento do Pró-Genética, definido pelo professor Marcelo como uma “política pública do governo de Minas Gerais, direcionada ao fortalecimento das cadeias produtivas da carne e do leite, por meio da melhoria da qualidade genética do rebanho bovino comercial do estado”.

De modo geral, a avaliação da equipe demonstrou que os produtores estão satisfeitos com o programa, confirmando a importância dele para o desenvolvimento da pecuária mineira. O professor Marcelo destaca que, a partir dos dados coletados, a equipe sugeriu aperfeiçoamentos fundamentais para a continuidade do Pró-Genética, instituído em 2007. Uma delas é “aproveitar a sinergia do programa com outras políticas públicas que serão necessárias para evitar o abandono da atividade leiteira especializada em pequenos e médios produtores”.

Juntamente com o professor Marcelo Braga, participaram da pesquisa de avaliação a professora do Departamento de Administração Myriam Marta Soares de Mello, o engenheiro agronômo e ex-secretário de Agricultura de Minas, João Cruz Reis Filho, e os doutorandos em Economia Aplicada na UFV Mateus Pereira Lavorato e Rosimere Miranda Fortini.

Pró-Genética
Segundo o site da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG), o Pró-Genética é coordenado pela Seapa e executado pela própria Emater-MG, pela Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) e pelo Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), em parceria com prefeituras municipais e instituições privadas, como sindicatos de produtores rurais, cooperativas agropecuárias, agentes financeiros e, em especial, associações de criadores.

Ele acontece nas cidades por meio de feiras e/ou leilões de touros e matrizes, promovidos por um arranjo local entre as instituições parceiras. Os produtores interessados em adquirir touros e matrizes geneticamente superiores comparecem a esses eventos e negociam diretamente com os criadores ou vendedores.
 

Divulgação Institucional
Foto: Cristiano Bizzinotto/ABCZ

Notícias

Destaques


Campus UFV - Viçosa

  • Ministério da Educação
  • Transparência Pública
  • Acesso à Informçãão
  • Agenda da Reitora
  • Campus Oficial