Notícias

I Workshop Café Plus Cerrado Mineiro

23/11/2017

.

Nos dias 21 e 22 deste mês, no Campus UFV Rio Paranaíba, foi realizado o I Workshop Café Plus Cerrado Mineiro. O evento é voltado para a cafeicultura e sua sustentabilidade com o objetivo divulgar as ações do Programa de Extensão Café Plus Cerrado Mineiro da UFV - CRP, coordenado pelo prof. Pedro Ivo Vieira Good God, além de criar um espaço para discussão de temas pertinentes à cadeia de produção do café e sua sustentabilidade.

Durante o evento foram discutidas questões relativas à gestão e planejamento da propriedade cafeeira (Adriano Ferreira Caetano - SEBRAE - Educampo) e o manejo integrado de pragas e doenças do café (Washington Cézar dos Santos - Siga AgroSoluções). Além disso, em um segundo momento, foram tratadas questões relativas a padrões de certificação no cerrado mineiro, destacando-se os aspectos ambientais da certificação, seus benefícios e desafios (Geovanni de Oliveira Pinheiro Filho - Expocaccer). Finalmente foram discutidos aspectos de certificação segundo o padrão Rain Forest Alliance (Francielle Rosa - Cooxupé).

O evento contou com o apoio da Diretoria de Extensão do Campus, Expocaccer, Cooxupé, Siga Agrosoluções e SEBRAE.

Programa Café Plus Cerrado Mineiro:

A cafeicultura no Brasil é estratégica e apresenta alto grau tecnológico e produtivo.  Entretanto, as assimetrias são grandes e há a necessidade de se qualificar as propriedades que estão distantes dos melhores escores de rastreabilidade, sustentabilidade e qualidade do café, para alcançarem maior eficiência na cadeia produtiva adequando-as às exigências legais, produtivas e ambientais. Não é de hoje que vários esforços têm sido feitos para se alcançar a maior sustentabilidade da cadeia produtiva do café. Muitas iniciativas neste sentido estão voltadas a programas de certificação como Rain Forest Alliance, UTZ e Certifica Minas (poder público). Cabe destacar a inciativa 4C, que avançou e unificou padrões por meio da Plataforma Global de Café.

O Programa Café Plus surge a partir da necessidade de adequação das propriedades produtoras de café na região do Cerrado Mineiro. Diferente dos programas certificatórios sua atuação não é impositiva ou exige altos investimentos por parte do produtor, mas sim inclusiva, transparente e verificável. Este Programa foi criado e testado pela primeira vez em fevereiro de 2017 na zona da Mata Mineira (Araponga – MG) e ampliado em setembro de 2017 para as condições do cerrado mineiro (Rio Paranaíba -MG).

O objetivo deste projeto é aplicar uma ferramenta baseada em roteiros de sustentabilidade para auxiliar o produtor rural na gestão do seu empreendimento e propagar boas práticas na produção agrícola. O Programa não tem, portanto, caráter certificatório. Apesar de originalmente não se destinar à certificação, a adequação gradual às normas que regem o setor da cafeicultura propostas pelo Café Plus proporciona base forte para entrada em diversos padrões de certificação. Além disso, em propriedades que contam com a certificação, o programa pode auxiliar no mapeamento de novas variáveis de sustentabilidade, por ser flexível e também pela possibilidade de customização aplicável a diferentes propriedades.

O Programa Café Plus pretende promover as seguintes ações: (I) Aplicar roteiros/diagnósticos de sustentabilidade em propriedades cafeeiras na região do cerrado mineiro; (II) Oferecer relatórios individualizados para cada propriedade em que constem os resultados do diagnóstico, bem como um plano de ação e cronograma de execução; (III) Emitir relatório global com diretrizes para ações em concerto para cada cluster ou perfil de propriedade; (IV) Incorporar ferramentas de checagem semestral em propriedades demandantes em parceria com outras entidades; (V) Oferecer ação de divulgação em seminário de finalização com o apoio das entidades parceiras.

De forma concomitante a este processo, o Programa Café Plus possui a sua vertente de capacitação técnica de mão de obra qualificada (Café Plus – Programa de Estágios). Os roteiros de sustentabilidade são aplicados por estudantes qualificados, formados pelo próprio programa e com o auxílio de parceiros. O treinamento é feito em três fases semestrais e tem como público alvo estudantes de graduação da UFV. Esta visão de formação extraclasse é entendida como positiva e atende o objetivo de capacitação técnica de alto desempenho e focada em problemas práticos. Atualmente o programa tem envolvidos 20 estudantes de graduação em treinamento, participando das fases 1 e 3. Além disso, o Programa coordena a Campo de Variedades de Café da UFV - CRP, onde são desenvolvidas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

Fonte: Pedro Ivo Vieira Good God
Divulgação Institucional Campus Rio Paranaíba

.

Notícias

Destaques


Campus UFV - Viçosa

  • Ministério da Educação
  • Transparência Pública
  • Acesso à Informçãão
  • Agenda da Reitora
  • Campus Oficial